sábado, 3 de abril de 2010

A Culinária Brasileira

A culinária brasileira - considerada a amplitude do território do país - apresenta pratos ou comidas de todos os gêneros, espécies ou tipos praticados na arte culinária universal: crus, grelhados, guisados, cozidos, curtidos ao sol, aerados, avinhados, avinagrados, massas, saladas, apimentados, quentes, frios, requentados, esfarelados, embrulhados, picados, refogados, recozidos, cozidos, recheados, temperados com alho e sal, condimentados, condimentadíssimos, fervidos, empanados, à milanesa, hidratados, desidratados, feitos em banho maria, rescaldados, caramelados, mantidos em repouso, decantados, tostados, flambados ... Seus componentes são vegetais e animais, com uma ampla gama de condimentos e a combinação de tais ingredientes. Cabe destacar o papel relevante que ocupam certos animais de caça no cardápio brasileiro.
Nas regiões Norte e Nordeste, a mandioca nativa é quase obrigatória em qualquer alimentação, o que se estende, em parte, à região Centro-Oeste. O Sudeste e o Sul privilegiam, em certas classes sociais, o arroz como acompanhamento universal dos alimentos. O Sul é famoso por suas carnes, que são muito apreciadas na região, principalmente no extremo Sul.
Tão popular e quase única no Brasil é a aguardente de cana, a cachaça, que recebe mais de duzentas formas diferentes de denominação. No âmbito das bebidas sem álcool, existem duas de grande importância: no Norte, o guaraná, no Sul, a erva-mate, especialmente o chimarrão, cevado e amargo.
Nos segmentos sociais em que se pode desfrutar a gosto, do tipo de comida que desejem, os banquetes são, às vezes, festivos: nessas ocasiões apresentam-se quantitativa e qualitativamente esmerados, com ostentação e certo esbanjamento. Habitualmente, no entanto, trata-se de uma arte culinária que se satisfaz em oferecer, numa refeição, um prato, uma sobremesa e café. Mas deve ser levado em conta que o conceito de "um prato" pode ser ilusório: um guisado à baiana pode ser feito com mais de trinta componentes, sem contar os temperos; uma feijoada completa, carioca ou mineira, pode ser, de fato, uma combinação de vários pratos em um só: feijão preto, várias espécies de carnes cozidas juntamente com ele, farofa (farinha de mandioca comestível tostada na manteiga ou óleo e, às vezes, misturada com ovos, azeitona, carne, etc.), couve, laranja, banana, pão, tudo precedido de um trago de cachaça e acompanhado por ela ou por outra bebida e, finalmente, frutas e sobremesas, além de café...

Extraído do livro: Magia da cozinha brasileira, de Antonio Houaiss e Alain Draeger, Ed. Primor, 1979.

Um comentário:

  1. Um País grande em todos os sentidos, deixando a todos nós brasileiros com um imenso orgulho de ser brasieliro. Terra linda em todos os senidos. Abençoada por Deus em sua totalidade. Amo minha Terra, do Oiapoqué ao Chuí.
    TENHO UM IMENSO ORGULHO DE SER BRASILEIRA.

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar. Você tem o direito de gostar ou não e de concordar ou não com nossas postagens, por isso antes de escrever palavrões tenha atitudes mais inteligentes: procure outro blog, faça um se és capaz ou vai tratar das tuas frustrações.