sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Português no mundo

A língua portuguesa é originária do latim vulgar, a modalidade falada do latim introduzida no norte da península Ibérica pelos romanos, em 218 a.C. Vestígios das línguas faladas na região foram incorpo¬rados ao latim, dando início ao processo de formação do espanhol, do português e do galego. Com as invasões germâni¬cas, entre 411 e 711, houve acréscimos ao vocabulário - palavras como branco, guerrear, roubar, brotar -, mas a língua e a cultura mantiveram sua espinha dorsal ligadas às origem latina.
O mesmo ocorreu durante o domínio mouro, entre 711 e 1139. Nessa época, o Império árabe expandiu-se desde o Oriente Médio e dominou a península Ibérica, trazendo a religião islâmica e sua cultura. Ainda que nesse período a língua oficial na região fosse o árabe, os povos continuaram a falar o roman¬ce (latim vulgar já modificado). Mas a influência árabe sobre o vocabulário foi maior, especialmente na agricultura (al¬face, azeitona), nas funções e profissões (alfaiate, alcaide), na culinária (açúcar, azeite). Com freqüência, essas palavras começam com o artigo definido "al", do árabe, sendo, às vezes, assimilado pela consoante seguinte, como aconteceu com azeitona (ai + ceitun).
As guerras da Reconquista, até o século XII, levaram à formação do Estado portu¬guês. Nessa época, o português não se distinguia do galego, falado na Galícia (hoje região da Espanha). A prosa literária em português, dissociada do galego, surge apenas no século XIV. E as primeiras gramáticas, que irão definir a morfologia e a sintaxe da língua portuguesa, foram publicadas no século XVI.
A expansão colonial portuguesa, com as navegações a partir do século XV, levou colonizadores, padres e comerciantes portugueses a regiões longínquas da América, África e Ásia, disseminando a língua que, só mais tarde, seria imor¬talizada na epopéia d'Os Lusíadas, por Camões, em 1572. Impulsionados pelo comércio, os portugueses chegaram às ilhas dos Açores e Canárias, no oceano Atlântico; à costa ocidental da África, em Ceuta e até o Cabo da Boa Esperança (1488). Instalaram posteriormente feitorias na costa oriental da África e na costa oeste da índia, em Goa, Diu e Damão, no início do século XVI.
Como conseqüência da implantação de colônias; a língua portuguesa é hoje oficialmente adotada em oito países -Portugal, Brasil, Timor-Leste, na Ásia, e as nações africanas Angola, São Tome e Príncipe, Moçambique, Cabo Verde e Guiné-Bissau. E também praticada por comunidades em Goa, Diu e Damão, na Índia, Málaca, na Malásia, e Macau, na China. É considerada a sexta língua mais utilizada no planeta - atrás do mandarim (China), inglês, espanhol, bengali e hindi (ambas do Subcontinente Indiano) -. Com cerca de 230 milhões de falantes.

Para saber mais: Atualidades vestibular 2009 – Ed. Abril.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar. Você tem o direito de gostar ou não e de concordar ou não com nossas postagens, por isso antes de escrever palavrões tenha atitudes mais inteligentes: procure outro blog, faça um se és capaz ou vai tratar das tuas frustrações.